Isolados mas nem tanto! Transbordando o ESPAÇO CATALISADOR PIRITUBA


Continuar proporcionando vivências mão na massa, com significado e engajamento de corpo e alma para os participantes dos cursos coordenados pelo Instituto Catalisador no Mirante Cultural após decretada a quarentena: esse era nosso objetivo.



Sendo assim, pegamos os ingredientes que tínhamos, misturamos e temperamos com muitos momentos de troca entre nós e o resultado foi: o envio, por meio de grupo de Whatsapp, propostas de atividades mão na massa que os participantes de cada curso poderiam fazer em suas casas, com os materiais que tivessem disponíveis.


As propostas passaram a ser enviadas pelos educadores nos mesmos dias em que as oficinas presenciais costumavam acontecer, para mantermos um ritmo similar. Após algumas semanas de muito mais silêncio do que trocas nos grupos, partimos para outra rodada de ideias e dela saiu o projeto de idealizarmos, montarmos e entregarmos kits de materiais nas casas dos participantes. Não tínhamos os endereços e nem sabíamos ao certo quantos deles estavam acompanhando as postagens no WhatsApp. Sendo assim, partimos para o 1 a 1: iniciamos em abril um processo de busca ativa por telefone, para entendermos como os participantes e suas famílias estavam vivenciando este momento tão complicado, explicarmos nossa proposta e entendermos se ela fazia sentido. E não é que fazia?


Munidos de muita empolgação e mais engajados do que nunca, iniciamos o processo de desenvolvimento dos materiais escritos e de montagem dos kits.

Missão dada é missão cumprida! Já falamos isso antes, né?


Depois de conseguirmos falar com 65 dos 83 participantes inscritos nos cursos no Mirante Cultural e ouvirmos “SIM” entusiasmados quando mencionamos a proposta do kit a ser entregue em casa, partimos para o mão na massa: dividimos tarefas, colocamos datas e o kit começou a tomar forma. Vale ressaltar que antes da pandemia começar, tínhamos interagido por pouco tempo presencialmente como uma equipe, e precisamos nos entender e reformular a maneira de trabalharmos juntos, mesmo que remotamente, para criarmos e compartilharmos nossas propostas uns com os outros. Foram idas e vindas virtuais e presenciais em papelarias, lojas de impressão e outros fornecedores. Idas e vindas em programas de edição, de Word a Inkscape, formatando daqui, dali, melhorando uma palavra aqui, dando sugestão de desenho e imagem acolá, trabalhando juntos para deixar nossos cadernos o mais legal possível no pouco tempo que tínhamos. E conseguimos! A empolgação foi tanta que tivemos que comprar mais 500 folhas de papel sulfite, já que as 13 folhas que imaginamos que usaríamos para cada um dos cadernos, não foram suficientes. Cada kit foi pensado e criado pelos educadores com objetivos específicos para cada faixa etária, visando concretizar nossa maior missão, já apresentada no primeiro post desta saga, mas que é tão significativa que não custa nada colocar aqui de novo: propiciar momentos que desenvolvessem vínculos entre os participantes e sua famílias, assim como uma troca genuína entre eles próprios e nós, educadores.


Para os participantes do Inventar e Brincar, entregamos giz de cera, para imaginar e poder desenhar, colorir e criar; giz de lousa, que sai mais fácil e aí permite criações, desenhos e planejamentos em diferentes superfícies e também uma tesoura, que permite que a gente modifique um montão de materiais e

é uma ferramenta muito útil.



Para a galerinha mais velha dos cursos Curta esse Circuito e Raio X da Tecnologia, trabalhamos em conjunto para pensar nas atividades e nos materiais que seriam necessários. Enviamos LEDs, baterias, papel alumínio, um pregador de papel, um clipe, uma cola bastão, um palito, um pedaço de fita de cobre e uma fita adesiva. Nem dá para disfarçar que queríamos muitos circuitos brilhando pela Vila Mirante e seus arredores.



Para dizer da nossa saudade, também colocamos uma cartinha em cada um dos kits. Nela também apresentamos os materiais e algumas dicas de uso, cuidados e deixamos o convite para que compartilhassem conosco suas invenções e criações. Ademais, os participantes do Inventar e Brincar receberam a Caderno do Inventor com informações básicas sobre Aprendizagem Criativa, ferramentas e 10 desafios com ilustrações e o Caderno de Invenções, com muito espaço para os pequenos colocarem suas ideias no papel. Os participantes do Curta esse Circuito e Raio X da Tecnologia receberam o Diário de bordo com 10 desafios e o Caderno Meus Circuitos, para montar os circuitos sem medo de colar ou rasgar o Diário de Bordo e começar neste caderno uma coleção pessoal de circuitos: circuito simples, circuito em paralelo, circuito com interruptor, circuito com chave pisca-pisca deslizante e por fim, circuito elétrico do semáforo.


Kits montados, endereçados, etiquetados com os nomes de cada um, foi hora de contarmos com o Gustavo, que fez a entrega de cada um deles, com carinho, paciência e sem deixar ninguém de fora. No fim de semana dos dias 23 e 24 de maio do ano de 2020, São Paulo estava chuvosa e fria, mas todos estavam empolgados em receber seus kits em casa, acompanhando nossas informações pelos grupos do WhatsApp em tempo real, “Eu recebi”, “Acabou de chegar aqui em casa”, “Ai o meu não veio, vai vir amanhã?”.



Desde então as invenções e criações chegam todos os dias e mais do que isso: percebemos como os familiares se envolveram na proposta, vendo sentido nas atividades e compartilhando orgulhosos as criações de seus pequenos. Os não mais tão pequenos assim estão a todo vapor, mandando vídeos, fotos, áudios e se ajudando.



Nós continuamos mandando nossas dicas, sugestões em formato de vídeos, textos e áudios nos grupos. Optamos por continuar o movimento no grupo, mas pensar nos kits de forma autônoma, para que, quem não tiver acesso ao WhatsApp consiga realizar as propostas sem prejuízo.



Costumamos dizer que queríamos gerar faíscas para fazer surgir uma fogueira. Sabemos agora que a fogueira está acesa. Passado este momento, nos preocupamos em como manteremos essa chama queimando por muito mais tempo, afinal, continuamos com muitas incertezas sobre como e quando poderemos estar presencialmente no Espaço Catalisador Pirituba.






99 visualizações