Projeto Catalise uma escola...fechada. E agora?

Em 2019, iniciamos um processo de conexão e reconhecimento mútuo com a Escola Estadual Fernão Dias Paes.

Foi aquele estágio de sentir os cheiros, entender as emoções, conhecer os cantinhos dessa escola com tantos anos de história e que resiste na região central de São Paulo, sendo casa de adolescentes vindos das mais diferentes regiões desta cidade.


Fomos nos conhecendo e com a mão na massa, ainda ano passado, ousamos experimentar as primeiras atividades com os estudantes. E, novamente, ao Pensar Brincando, desenhamos mais um Projeto construído em Parceria e movido por diferentes Paixões.

A cada reunião ou atividade, mesmo vislumbrando os desafios que teríamos pela frente, ficávamos entusiasmados ao perceber que o que queríamos colocar em prática ressoava no que a gestão, professores e estudantes daquela escola desejavam para seu presente e futuro.


Entender que tínhamos objetivos, sonhos e inspirações em comum fez com que o vínculo se tornasse real e, a partir de então, foi hora de começarmos a escrever nosso capítulo em conjunto, a tantas mãos.


Em 2020 veio a celebração, quando o Projeto Catalise uma Escola foi vencedor da 7ª edição da chamada pública Educar para Transformar do Instituto MRV - um antigo parceiro nosso -, e aí começaram os preparativos.

Bota cadeira, tira cadeira, afasta mesa, cola coisa na parede, encontro com estudantes, encontro com os professores.

“Teremos uma sala!”, “Vamos construir um espaço com os estudantes?”, “Vamos iniciar as oficinas catalisadoras!!”, “Vamos fazer oficinas no contraturno também?”, “Vamos aprender juntos sobre o novo componente de Tecnologia e Inovação!!”, “A nossa equipe está crescendo!!”


Até que todos esses desejos, esses projetos iniciados, esse começo cheio de gente parou, fechou. Até quando?


Lá em março quando as escolas fecharam e as aulas presenciais foram suspensas, nós nem imaginávamos que em fim de julho ainda estaríamos nesta mesma situação - fomos ingênuos ou esperançosos, talvez?

Mas desde março nossa missão se transformou, ficou mais difícil, com obstáculos a mais.


Como acessar os estudantes?

Como dar as mãos para a escola neste momento e ser um agente catalisador neste contexto?

Como manter os vínculos ainda tão no princípio?


As perguntas eram inúmeras, as dúvidas vinham em um número maior ainda, mas o que não diminuía era aquela inquietação que nos acompanha desde sempre, seja presencialmente, seja virtualmente.


Em contato digital direto com a coordenação da escola e entre nossa equipe, fomos pensando ações e em como poderíamos contribuir nesse novo contexto.


Desde então, já enviamos uma série de propostas para os estudantes, são propostas que versam sobre o sistema família - em todas as suas configurações, especificidades e existências - e seus componentes, ou seja, os estudantes e todo mundo com quem dividem a vida, neste momento mais do que nunca. Mesmo sem termos muitas evidências de adesão, já que estabelecer contato com os estudantes nesse momento tem sido desafiador, continuamos firmes inventando e enviando atividades que consideramos significativas.


Com os professores formamos um Grupo de Estudos de Tecnologia e Inovação. Em nossos encontros quinzenais discutimos o que é tecnologia, como ela pode ser usada em sala de aula, quais as diferentes estratégias para sua aplicação, quais nossas maiores dificuldades, receios e, ainda, aprendemos a mexer em novas ferramentas, como o Padlet e o Jamboard.


Conheça o Padlet sobre nossos encontros!




Chegou também o momento de dividirmos conhecimentos com mais professores e, a partir de uma demanda específica da coordenação, fizemos uma formação sobre a ferramenta Google Meet, para assim viabilizar a participação de mais educadores nos encontros semanais da escola. Como entrar, como sair, como usar, o que dá para fazer.. Foi hora de tirar dúvidas e perder o medo!




Não paramos por aí, dos roteiros que começamos a pensar para formações com os professores, surgiu uma vontade: fazer um curso online e gratuito!

Aos poucos fomos dando contorno para essa vontade, até que ela já está aí, viva e batendo em nossa porta ou em nossa janela do navegador (he he he).


Dia 29 de julho de 2020 teremos nosso primeiro Webinar, ao vivo pelo nosso canal do Youtube! E na próxima quarta-feira, 05 de agosto, se inicia nosso curso, com quatro encontros síncronos!


Para saber mais:



E aqui as informações sobre o curso:


Link para fazer sua inscrição! http://gg.gg/inscricaocatalisador



Com certeza nós não imaginávamos que tanta coisa ia acontecer neste meio ano de 2020. Tivemos nossos planos bagunçados e modificados, assim como todos.

Mas nutridos de coragem, novos aprendizados e compromisso com o projeto Catalise uma Escola e, principalmente, com todo mundo do Fernão Dias Paes, conseguimos nos manter unidos (virtualmente) e fortes!


Que venham os próximos meses!




0 visualização