Espalhando por Pirituba


As redes sociais já fazem parte do nosso dia a dia. É usando este canal de comunicação que reencontramos amigos do passado, acompanhamos com saudades quem já não está presencial e constantemente em nossa vida e - como não podia deixar de ser - trabalhamos.


Pra gente, do Catalisador, as redes sociais têm papel essencial em possibilitar um dos nossos objetivos de existir: espalhar o que fazemos, para inspirar outros educadores por aí.

Nesse movimento de reencontros e inspiração, nos (re)conectamos com o Prof. Manuel Gomes Neto - que já conhecíamos, pois, somos todos membros ativos da Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa - e que, desde as nossas primeiras ações bem no começo da pandemia, se interessou em saber mais sobre a proposta dos kits que estamos desenvolvendo este ano para os participantes inscritos nos cursos do Espaço Catalisador Pirituba, localizado no Mirante Cultural, na Vila Mirante - São Paulo.

Foi com muita alegria que conhecemos a escola em que ele atua como responsável pelo Laboratório de Educação Digital: a Escola Municipal Alice Meirelles Reis, ou EMEF Alice - para os íntimos. E com eles tecemos mais uma linda parceria!


Depois de extrapolarmos quilômetros e chegarmos a Paraisópolis na parceira com o Instituto Prof, foi hora de atravessarmos o bairro e pousarmos em uma escola pública na região em que já atuamos, fortalecendo uma rede de makers no território - outro objetivo mais que especial desse projeto.


Realizamos encontros online entre educadores do Instituto Catalisador e a EMEF Alice, e após a sintonia ficar afinada, 26 estudantes da escola receberam seu exemplar do Kit Catalisador - 10 crianças do 2º ano com o "Caderno do Inventor: Cores, Formas e Sombras" da proposta do Inventar e Brincar, e 16 estudantes do 4º ano receberam a "Missão Lunar" da proposta do Curta esse Circuito. Eles foram levados pelo Catalisador até a escola, onde os alunos foram com seus familiares retirá-los, o que demonstrou um envolvimento ativo em participar do curso.




Os grupos funcionam como uma atividade de contraturno escolar em casa, contando com a mediação do educador da escola e de um educador da equipe do Catalisador. As produções dos alunos não param de chegar e nos alegrar com mais essa conexão inspiradora.


A parceria foi um piloto mais do que bem sucedido para outras parcerias com escolas públicas do território para 2021!


Sinal desse sucesso é que, após avaliar essa primeira experiência, percebemos que 100% dos estudantes compartilharam dúvidas e/ou produções pelo WhatsApp e, assim, as turmas da EMEF Alice também receberão o próximo kit Catalisador com novas propostas de atividades para ficarmos juntos até o final ano!


“A parceria com o Instituto Catalisador foi muito importante, pois através das atividades desenvolvidas conseguimos dar continuidade a proposta de trabalho do Laboratório de Educação Digital da escola, voltada para a Aprendizagem Criativa e Cultura Maker, mesmo com a suspensão das atividades presenciais devido a pandemia. Percebemos um engajamento dos alunos nas atividades, que se divertiram durante a criação dos seus projetos. Os resultados durante o processo estimularam a ideia de incorporar as atividades na proposta de trabalho da escola.”

Prof. Manuel Gomes Neto, responsável pelo Laboratório de Educação Digital da EMEF Alice M. Reis




8 visualizações